Guia de carreiras: profissões na área de games

Você adora jogos, tem vontade de trabalhar com games, mas não faz ideia de qual profissão escolher dentro desta área?
Não se preocupe, hoje o GameStorming vai te dar uma mãozinha sobre as profissões existentes dentro do mercado de games e quais as funções e importância de cada uma delas.
A área de desenvolvimento de games engloba vários profissionais com o mesmo objetivo: produzir jogos.
Para que isso seja feito dentro dos prazos e com qualidade, cada desenvolvedora (por menor que seja) tem o seu time de profissionais que se dedicam exclusivamente para isso.
Confira abaixo o Guia de Carreiras com as profissões envolvidas e suas respectivas funções:

Desenvolvedores de jogos:


São considerados as peças fundamentais dentro do processo de produção, e ao mesmo tempo, fazem parte do procedimento teórico do projeto a ser desenvolvido. Abaixo temos algumas das principais tarefas desenvolvidas por eles:
– elaborar a documentação de projeto detalhado, incluindo gráficos e diagramas que descrevem os diversos conceitos e componentes envolvidos na criação do game
– modificar e documentar o código do projeto para procurar e corrigir erros
– testar o jogo e fazer alterações para melhorar a sua capacidade e desempenho
– preparar gráficos digitais, animações, som, vídeo e imagens para edição
– combinar diferentes estruturas dentro do jogo, como elementos mecânicos e artísticos no ambiente do game, como, por exemplo, acabamentos decorativos.

Nesta área de desenvolvimento, a especialização é algo muito comum na indústria, além de ser considerada um diferencial pelo mercado. Embora, muitas vezes, os desenvolvedores acabam executando uma combinação de funções.
Normalmente, os profissionais da área se especializam em uma determinada plataforma, como PlayStation, Nintendo, Xbox, iOS, Android, etc. Além disso, outra forma de especialização é em um aspecto específico dentro da área de desenvolvimento, como uma jogabilidade ou uma forma de programação.

Animador:



Um animador dentro da área de desenvolvimento de games tem a função de organizar personagens e objetos desenhados por artistas técnicos em uma seqüência de posições diferentes para dar a ilusão de movimento. Por exemplo: são eles quem sincronizam o movimento dos lábios com palavras e ações, com música e efeitos sonoros. Animadores tendem a trabalhar em conjunto com programadores para criar seqüências interativas e trabalhar com “testers” para fornecer movimentos realistas através de técnicas digitais, tais como captura de movimento.

Editor de vídeo e som:


Um editor de vídeo e som digital está sempre trabalhando sob a instrução de diretores do projeto. A função dos editores e dos diretores é tomar as decisões corretas em relação ao ritmo e clímax de efeitos sonoros dentro do game. Isso envolve trabalhar estreitamente em colaboração com outros profissionais para analisar, avaliar e selecionar os efeitos sonoros para realizar a integração com imagens e outras mídias.

Programador:



São eles que “fazem a mágica acontecer”, pois trabalham para que a ideia desenvolvida pelo time finalmente ganhe vida. A função do programador é simples, porém agrega várias responsabilidades, como polimento do game, finalização, testes e, acima de tudo, cumprimento de prazos. O programador será o responsável por escrever o código do jogo (geralmente em linguagem de programação C++) ou utiliza programas específicos para desenvolver os games.

Produtor/Diretor:


Um produtor ou diretor na área de desenvolvimento de jogos gerencia, planeja, supervisiona e em alguns casos, cede os recursos (o capital) para o desenvolvimento de um game. Eles trabalham em conjunto com o departamento de marketing e a equipe de desenvolvimento do jogo, garantindo alvos e metas orçamentais para que a produtividade seja atendida.

Artista (técnico em 3D):


Um artista técnico em 3D tem a função de criar e manipular as imagens e modelos em 2D e 3D usando um software gráfico (normalmente no Adobe Photoshop, Maya ou 3ds Max). Seus principais parceiros dentro do processo de criação do jogo são os animadores e artistas do projeto, pois eles que irão dar as coordenadas de como será o modelo dos personagens, veículos, edifícios e outros objetos presentes no ambiente de jogo.

Tester:


Um “testador” é responsável por monitorar e testar normas técnicas na jogabilidade, gráficos, sons e funcionalidades durante o desenvolvimento do jogo. Eles ajudam os programadores a encontrar os famosos “bugs” (erros) e trabalhar com a equipe para ajudar a solucionar problemas relacionados ao desempenho.

Como falamos no início deste post, o processo de criação de um jogo envolve uma grande time de profissionais. Listamos acima os principais envolvidos no processo, mas muitas vezes, o grupo tende a aumentar e agrega outros profissionais como analistas de tecnologia da informação, artistas, ilustradores, desenvolvedores multimídia e web designers.
Mas, independente de qualquer uma das áreas citadas nesse Guia de Carreiras, existem alguns requisitos pessoais que são fundamentais para trabalhar dentro da área de desenvolvimento de jogos:

- aptidão para a computação
– talento criativo e artístico
– compromisso para a compreensão
– utilização de novas tecnologias
– boa capacidade de comunicação
– entendimento de cor e de forma
– capacidade de trabalhar como parte de uma equipe

Se você estava perdido e ainda não sabia qual área seguir dentro da indústria de desenvolvimento de jogos, agora já sabe que existem diversas opções e áreas de atuação. Trabalhe suas aptidões, invista na que mais lhe agrada e boa sorte!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Redação Gamestorming - Redação Gamestorming
Redação Gamestorming has written 262 awesome articles.

Facebook Comments: